Lance Armstrong no Brasil

Lance Armstrong, uma lenda do ciclismo mundial, estará no Brasil nos dias 29 e 30 de Outubro. Lance fará uma palestra e vai pedalar em São Paulo. Pra quem quiser (e puder ir), prepare os bolsos pois o preço está mais do que salgado: R$400 a palestra e R$ 500 a pedalada (R$ 800 para os dois eventos).

Como sou da turma dos que quer e não pode, deixo um vídeo que rolou aqui no blog há quase dois anos. Imagina a curtição que deve ter sido pedalar com o Lance (especialmente para o garotinho do final).

*     *     *

E você? Sabia que o blog vai sortear o livro “Diários de Bicicleta” do David Byrne, no Dia Mundial Sem Carro? Você tem até quarta-feira para participar! É só clicar neste post.

 

 

“Agrobike”

Na França a bicicleta é a paixão nacional, e o Tour de France é a Copa do Mundo dos franceses. As pessoas vão às ruas, se fantasiam e festejam a competição.

Vejam que legal a bicicleta construída por agricultores franceses para celebrar o Tour.

Kraftwerk – Tour de France

O Tour de France 2011 terminou no último dia 24 com a vitória do australiano Cadel Evans.

Pra homenagear a mais importante prova do ciclismo mundial, neste mês de agosto o cabeçalho do blog é a capa do disco Tour de France, da banda alemã Kraftwerk. Já fiz um post sobre esse álbum, que é nota dez!

As melhores fotos de ciclismo de 2010

Dezembro marca o fim do ano, e com ele, as retrospectivas. O site Totally Cool Pix divulgou uma lista das 100 melhores fotografias esportivas de 2010. São fotos maravilhosas, com suas respectivas descrições, e recomendo a visita. Aqui no blog, separei as de ciclismo (nº 27, 43 e 56, respectivamente).

REUTERS/Christian Hartmann

REUTERS/Bogdan Cristel

REUTERS/Miguel Vidal

 

O ladrão de bicicletas

Vídeo promocional do evento “BSA Hercules Cyclothon”. Uma competição de bikes realizada em Bangalore (India) em 2009.

Achei demais! Indian style!

Pra saber mais: http://bsaherculescyclothon.in.com/media.php

Pedalando longas distâncias

Já fazem umas duas semanas que fiz um pedal de longa distância. Fazia muito tempo que não pedalava muito, e nesse dia bati meu recorde de distância numa única pedalada. Foram 150 Km, 130 deles numa pequena viagem/passeio já registrada aqui no blog, e os outros 20 completados dentro da cidade.

Longe de um tratado sobre atividade física e treinamento de ciclismo, vou colocar aqui algumas impressões mais gerais sobre a pedalada de longa distância. Se quiser ler algo sobre treinamento, temos bons sites na internet e bons livros também (depois indico alguns).

Foram poucas as vezes que pedalei percursos acima dos 100 km. Minha maior pedalada antes dessa (144km) foi há mais de 5 anos. Mas andei fazendo outras esticadas de 130, 120km. Pra mim esses pedais são raros por alguns motivos: obviamente por serem muito cansativos, e por tomarem um tempo muito grande. Outro fator é a companhia. Não é sempre que estou animado de fazer sozinho, e por outro lado, é difícil arrumar um guerreiro disposto a te acompanhar numa dessas.

De qualquer maneira, nos 150 km recém percorridos percebi alguns detalhes que me ajudaram a chegar bem, apesar de não estar tão  preparado como em outros tempos. Vamos a eles:

Hidratação: até aí nada de novo, pois sempre fui atento a essa questão. A cada 15, 20 minutos um pouco d’água. No caso de pedaladas de longa duração (acima de 2 horas) utilizo isotônico (Gatorade, água de côco, etc.) que também repõe sais minerais e tem carboidratos para manter a energia.

Alimentação: aí uma grande diferença. Nas pedaladas longas que já fiz sempre levo bastante rango. Engano com umas barrinhas de cereal e o momento do “banquete”, com sanduiches, frutas etc. Se estiver em algum local com comércio, aproveito também alguma lanchonete ou padaria. O grande erro: sempre comia quando a fome chegava. Fazendo isso, sempre chegava um momento no pedal onde me sentia fraco (achava que era apenas devido ao cansaço) além de me sentir um saco sem fundo, e nada que eu comia resolvia. Deve ser feito como a hidratação, ou seja, devemos manter a ingestão de carboidratos  para termos energia durante toda a pedalada. Dessa vez levei umas tirinhas de doce de banana, que ia comendo a cada 30, 40 min, durante o pedal (além da hora do rango mais pesado mesmo). Isso me deixou bem mais inteiro durante toda a pedalada , que totalizou pouco mais de 7 horas (de pedal girando, excetuando-se os descansos).

Roupa de baixo (o que???): isso mesmo. A famosa cueca senhoras e senhores. Parece bobagem? Pedale por 7 horas com uma cueca slip. A costura provavelmente deixará a pele da virilha em carne viva. E se estou escrevendo isso, é porque infelizmente já aconteceu. Mas valeu a lição. Cuecas grandes, tipo boxer (tá na moda já faz um tempo).

Conforto: bermuda acolchoada, selim confortável. Mamãe passou talquinho e cuidou tão bem, não vamos fazer pouco caso agora.

Costas livres: nada de mochila, pochete ou mochila de hidratação. Da mesma forma, ao longo das horas, o pequeno peso vira um verdadeiro fardo a ser carregado, e a lombar que já é exigida por posições mais agressivas de pedalada vai abrir o bico.

Protetor solar: dispensa comentários.

Resumo da ópera: é claro que para fazer longas pedaladas é preciso o mínimo de preparo. Começe com distâncias menores, mantenha regularidade, e se animar, escolha um dia para esticar um pouco mais longe. Após o pedal mantenha a boa alimentação, e é claro, descanse. No caso de pedaladas longas, alguns desses pequenos detalhes podem fazer a diferença entre chegar bem, chegar um bagaço, ou voltar empurrando.

Tem mais alguma dica? Me ajuda ae, é só comentar.

As primeiras bicicletas da Copa do Mundo de 2010

Seleção francesa realiza treinos em altitude para a Copa de 2010. Clique na imagem para ir à reportagem da Associated Press.

Que as bicicletas deles parem por aí.

Filme do Mês – Novembro

Competição do Destino (American Flyers, 1985)

Novembro já está terminando, mas não sem nosso tradicional filme do mês. Assisti esse filme já faz um bom tempo, e resgatei minha memória com a ajuda do Google. Em Competição do Destino (American Flyers, no título original), dois irmãos (Kevin Costner e David Grant) lutam para resolver sua relação conflituosa, tendo como pano de fundo o treinamento para uma competição ciclística.Lembro que o que mais me marcou quando assiti foi o tradicional embate da Guerra Fria, comum nos filmes da década de 80. Não bastasse todas as dificuldades enfrentadas pelos irmãos no campo emocional, as competições de ciclismo são recheadas dos mais belos pegas entre os americanos (azuis, capitalistas, honestos, justos, limpos e lindos) e os soviéticos (vermelhos, comunistas, barbudos, mal encarados, trapaceiros, comedores de criancinhas etc).

Adivinha quem ganha? rsrs

Não precisava nem ver pra saber não é mesmo. Mas o filme vale muito a pena. Pra quem se irrita com o clichê, relaxe que fica até divertido, e é uma bela história. O filme está disponível na íntegra no Youtube (procure por “American Flyers”), em 12 vídeos de mais ou menos 10 minutos. Aqui no blog, deixo a sinopse e ficha técnica (do site Interfilmes) além da trilha sonora com imagens do filme.

E cuidado com o ciclista barbudo comedor de criancinhas!

Sinopse
Competição de Destinos, como escreveu Rex Reed, “é uma delicada mistura de romance, humor e lágrimas, com algumas das mais emocionantes cenas de ação já realizadas”. Kevin Costner, duas vezes vencedor do Oscar, e David Grant, interpretam dois irmãos lutando para vencer a Hell of The West, uma das mais importantes competições de ciclismo do mundo, e recuperar o respeito e o afeto entre eles. Seu único temor, enquanto treinam e pedalam juntos, é que uma doença congênita que atacou seu pai, possa atingi-los a qualquer momento. Escrito por Steve Tesich, vencedor do Oscar por O Vencedor, e dirigido por John Badham (Os Embalos de Sábado a Noite), Competição de Destinos é um espetáculo para lenvantar o astral.

Informações Técnicas
Título no Brasil:  Competição de Destinos
Título Original:  American Flyers
País de Origem:  EUA
Gênero:  Drama
Tempo de Duração: 113 minutos
Ano de Lançamento:  1985
Estúdio/Distrib.:  Warner Home Video
Direção:  John Badham

Camisas de ciclismo com temas musicais

Coisa difícil pra mim é arrumar uma camisa de ciclismo que goste, esteticamente falando. Uso porque é muito bom, especialmente os bolsos e a ventilação, mas não me agrada muito virar um outdoor pedalante pela cidade. Isso porque a maioria delas geralmente tem muita propaganda, o que deixa a camisa inclusive um pouco “suja”.

Agora legal mesmo é esse site que vi há alguns dias: Ride7b. Camisas de ciclismo de bandas de música! São poucos artistas, mas alguns modelos muito legais. Separei aqui uma dos Beatles, outra do Jimi Hendrix, e uma do Bob Marley (se liga cumpadre Barba, no site tem uns modelos muito maneiros). Clicando nos modelos você também é direcionado ao site.

O preço é relativamente salgado, pois as camisas de ciclismo em geral custam mais caro. E essas do site estão entre 40 e 80 dólares. No Brasil as camisas mais básicas (e cheias de escritos) custam entre R$ 45 a R$ 60 (as mais baratas).

Ciclismo nas Olimpíadas

Apesar de toda a euforia pela escolha do Rio como sede das Olimpíadas de 2016, vou lembrar a todos de algo que quase esquecemos no meio do clima de festa. Antes teremos Londres 2012. Você também tinha esquecido? rs Pois é, eu estava navegando na internet e vi uma notícia que me lembrou. É que a organização dos jogos acaba de divulgar os pictogramas, aqueles simpáticos desenhos que identificam as modalidades esportivas. As figuras foram desenhadas em dois estilos: um mais sóbrio com a silhueta dos atletas das modalidades (se assemelhando àqueles clássicos com os bonequinhos arredondados) e um estilizado, fazendo referência ao mapa subterrâneo da cidade inglesa.

Separei os pictogramas das provas de ciclismo abaixo, na seguinte ordem: montain bike, ciclismo de estrada, ciclismo de velódromo e BMX. Deixei uma bicicletinha pra trás lá no pictograma do triatlon. Quem quiser ver todos, basta clicar aqui, e será redirecionando para a reportagem do UOL.

pictogramas1

pictogramas2

E agora já vamos pensando nos pictogramas de 2016!

Entradas Mais Antigas Anteriores

Mais visitados

  • Nenhum
%d blogueiros gostam disto: